Exclusivo: Maradona chama zagueiros do Brasil de 'fenômenos' e diz que espera mais de Neymar

primi sui motori con e-max

Dos três jogadores apontados como melhores do mundo atualmente, Neymar e Messi já entregaram seus cartões de visita na Copa do Mundo, com dois belos gols nas estreias vitoriosas de Brasil e Argentina, respectivamente. Nesta segunda-feira, é a vez de Cristiano Ronaldo mostrar a que veio no Mundial. Às 13h (horário de Brasília), Portugal enfrenta a Alemanha pela 1ª rodada do grupo G, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O atual dono da Bola de Ouro da Fifa teve que conviver com notícias sobre sua condição física desde que chegou ao Brasil, já que a Federação Portuguesa de Futebol afirmou que ele vinha sofrendo com uma tendinose no joelho. Segundo o próprio CR7, porém, ele está 100% e pronto para brilhar na Copa.

"A imprensa diz aquilo que quer. Estou acostumado às declarações infelizes de algumas pessoas. Estão ultrapassados esses problemas. Queria estar a 110%, estou a 100%. É suficiente para ajudar a seleção. Queria ter chegado sem dor, mas acho que não tive um dia na minha carreira que não tivesse dor. Estou bem e com muita vontade de fazer uma grande Copa do Mundo pela minha seleção", afirmou o craque.

No treino do último domingo, na Arena Fonte Nova, no entanto, o camisa 7 da seleção lusa seguiu usando uma proteção no joelho por precaução

Alemães também 100%

Se Cristiano Ronaldo está confirmado pelo lado português, os alemães também têm boas notícias. "Durante a preparação, tivemos alguns problemas com lesões, que afetaram Neuer, Lahm, Khedira e Schweinsteiger, mas essas questões já foram superadas e estarão todos 100%", afirmou o treinador teutônico, Joachim Low.

Apesar de a tricampeã Alemanha ter muito mais tradição em Copas, o respeito é mútuo para esta partida, já que Portugal é apontado como uma das forças do torneio, até por conta de chegar com Cristiano Ronaldo na condição de melhor do mundo. O goleiro alemão Neuer deixa evidente a importância do confronto.

"Sabemos que vamos enfrentar um oponente forte e bem sucedido nos últimos anos. De certa forma, é como se fosse uma final. Precisamos entrar com extremo foco para alcançar uma boa colocação logo de início", afirmou o arqueiro, que travou grandes duelos com CR7 nos últimos anos, durante os jogos entre Bayern de Munique e Real Madrid pela Uefa Champions League.

O técnico português, Paulo Bento, considera sua equipe pronta para o confronto. "Vamos tentar ser superiores a um adversário complicado e competente. Temos a ambição de ganhar e faremos de tudo para conseguir".

A partida tem ainda uma atração a mais por conta do atacante Miroslav Klose, que, com 14 gols em Copas, pode alcançar no torneio no Brasil o maior artilheiro da história dos Mundiais, Ronaldo, que fez 15. Porém, o alemão começa no banco na equipe de Joachim Low, com Thomas Muller iniciando o duelo como titular.

As outras seleções do grupo G são Gana e Estados Unidos, que também entram em campo nesta segunda-feira, mas às 19h (horário de Brasília), na Arena das DunasNa estreia do Brasil diante da Croácia, Neymar foi um dos destaques da equipe de Luiz Felipe Scolari. O atacante do Barcelona fez um belo gol de esquerda quando a seleção brasileira passava por apuros, empatando o duelo. Depois, Neymar converteu um pênalti e virou a partida, encaminhando a primeira vitória do time anfitrião do Mundial. Mas a atuação do ex-santista ainda não convenceu Diego Armando Maradona. Em entrevista exclusiva concedida a Juan Pablo Sorín, repórter dos canais ESPN, El Pibe analisou a estreia do Brasil na Copa. Além disso, Maradona classificou David Luiz e Thiago Silva como ‘dois fenômenos' do futebol mundial.

"Contra a Croácia, me parece que Marcelo e Daniel Alves não estavam nos seus melhores dias. Creio que Thiago Silva e David Luiz são dois fenômenos. Dos últimos jogadores brasileiros que saíram, eles parecem dois jogadores sensacionais, me encantam, eu gostaria de treiná-los. Me parece que o Brasil pode melhorar. Acredito que o Neymar pode jogar muito melhor. Oxalá que o Brasil possa jogar a final contra nós", analisou o ídolo argentino.

Diego Maradona também comentou a estreia da Argentina na Copa do Mundo. A eterna rival brasileira encontrou dificuldades neste domingo, mas passou pela Bósnia por 2 a 1, no Maracanã. Maradona apontou os pontos nos quais a equipe pode melhorar, e falou sobre a atuação de Lionel Messi, autor do gol do triunfo.

"Os passes (da Argentina) não eram os característicos...mas ganhar é bom. Creio que a Argentina melhorando a saída (de bola)...melhorar a saída é fundamental para dar um respiro a Lionel Messi. Hoje a Argentina não teve a velocidade e a precisão que necessita Leo para encarar (os adversários), ser muito mais pulsante e chegar muito mais lúcido. Mas a Argentina, seguramente, melhorará", previu Maradona.

O astro do futebol mundial também comentou o nível até agora da Copa do Mundo do Brasil. Diego Armando Maradona se mostrou surpreso e satisfeito com a competição.

"O Mundial até agora está me encantando. Estamos vendo um Mundial onde as equipes nos surpreendem, atacando, como demonstrou a Croácia, a Costa Rica contra o Uruguai. Um Mundial com muitos gols", elogiou.